Meio Ambiente: Mudanças climáticas podem causar perda de vegetação em 99% da Caatinga até 2060, alerta estudo da Unicamp

Meio Ambiente: Mudanças climáticas podem causar perda de vegetação em 99% da Caatinga até 2060, alerta estudo da Unicamp
6 meses atrás

Estudos realizados pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a partir do banco de dados que armazena mais de 400 mil registros relacionados a cerca de 3 mil espécies, apontam que as áreas de Caatinga que sofrerão os piores impactos serão as chapadas Diamantina, Araripe e o Planalto da Borborema.

Os pesquisadores do tema identificaram como cada planta respondia às variações de cada clima através de tecnologias como inteligência artificial e dados estatísticos. O professor Mário Moura, do Instituto de Biologia, realizou o mapeamento da flora local, com isso, foi feito a divisão da vegetação em 2 grupos: arbórea, composta por árvores de grande porte; não-arbórea, que faz a inclusão de cactos, gramas, entre outras plantas nativas da região.

Após capturar as informações necessárias para que o estudo tivesse andamento, os dados foram cruzados de acordo com os cenários de mudanças globais que são realizados pelo IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas). Moura afirma que “Uma vez que identificamos essa relação entre ocorrência da espécie e clima, podemos pegar os mapas de clima do futuro e projetar essa mesma relação. […] No final das contas, fazendo todas essas combinações, foram quase 1,5 milhão de mapas gerados”.

Além das mudanças climáticas, os mapas gerados demonstraram que a vegetação do bioma está passando por um processo de simplificação, no caso espécies mais raras de plantas são substituídas por espécies mais comuns, assim diminuindo a biodiversidade característica da Caatinga.

O bioma em questão é o único exclusivo do Brasil, abrange cerca de 10% do território nacional, sua localização é predominantemente no nordeste do país e possui uma biodiversidade gigante. O objetivo do estudo desenvolvido pelo pesquisador foi alertar sobre o futuro de grande parte de nossa fauna e flora e para que esferas públicas e privadas possam abrir um olhar para que a área seja preservada o máximo possível.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2023/07/09/mudancas-climaticas-podem-causar-perda-de-vegetacao-em-99percent-da-caatinga-ate-2060-alerta-estudo-da-unicamp.ghtml

Matheus Augusto

Meio Ambiente

intertox

intertox